Vereadores de Quissamã acompanham prestação de contas da Saúde

Na última quinta-feira (27), os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde fizeram a prestação de contas do primeiro quadrimestre de 2021. A assessora do Fundo Municipal de Saúde, Fernanda Barcelos, e a coordenadora de Planejamento da Secretaria Municipal de Saúde, Delba Barros, apresentaram os valores investidos na saúde – R$ 66 milhões, sendo R$ 29,4 milhões de recursos próprios – na rede de atenção básica e de combate à covid com ampliação de leitos clínicos e intensivos.

A audiência pública aconteceu na Câmara Municipal e foi acompanhada pelos vereadores Ailson Barreto, Fabinho Mecânico e Simone Flores, além de profissionais da secretaria. A secretária Renata Fagundes abriu a audiência ressaltando o trabalho e comprometimento da equipe da atenção básica, dos programas e da média e alta complexidade no cuidado com o quissamaense.

A estrutura de Quissamã no enfrentamento à Covid é referência na região. O nosso município é um dos poucos da região que não levou e não leva pacientes para outras cidades, pelo contrário, recebe. Todos os quissamaenses foram atendidos aqui na nossa cidade – ressaltou Renata Fagundes.

A assessora do Fundo Municipal de Saúde, Fernanda Barcelos, apresentou as finanças, o valor aplicado pelo município e os repasses dos governos estadual e federal. Dos R$66 milhões, R$ 29,4 milhões são recursos próprios do município e R$ 32,7 milhões são provenientes dos royalties do petróleo.

A coordenadora de Planejamento da Secretaria Municipal de Saúde, Delba Barros, falou sobre o atendimento na rede e capacitação dos profissionais. De janeiro a abril, foram marcadas 5.563 consultas em diversas especialidades com 31% de falta dos pacientes; 5.118 procedimentos de curativos; 120 cirurgias de castração de animais, além de outros procedimentos como solicitação de ambulância, Transporte Fora do Domicílio, entrega de medicamentos.

A vereadora e presidente da Comissão da Saúde da Câmara Municipal, Simone Flores, reconheceu os esforços da Prefeitura em ampliar o atendimento no CTR e manter o padrão de qualidade nos demais postos da rede de saúde.

– Sou da área da Saúde e o que vejo aqui hoje é o resultado de um trabalho grandioso dos 971 servidores. Equipe competente e comprometida com a saúde da população quissamaense. A rede de atendimento à Covid no município é de excelência sendo custeada em grande parte com recursos dos royalties. Parabenizo a prefeita Fátima Pacheco que em 2018 judicializou a questão dos royalties, recuperando recursos que agora foram imprescindíveis para esse enfrentamento – frisou Simone Flores.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email