Prefeitura de Campos assina acordo de cooperação técnica com o Incra

Graças ao bom relacionamento institucional da Prefeitura com o governo federal, Campos passa a contar com uma Unidade Municipal de Cadastro (UMC) do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A instalação da UMC-Regional foi consolidada nesta quinta-feira (15) com assinatura do termo de cooperação técnica, assinado na sede do Executivo, pelo prefeito Wladimir Garotinho e pelo Superintendente Regional do Instituto, Cassius Rodrigo de Almeida Silva.

 

Participaram também da solenidade o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Almy Junior Cordeiro; o presidente do Legislativo, Fábio Ribeiro; e o vice-prefeito Frederico Paes, presidente licenciado da Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio de Janeiro (Coagro).

 

“Estamos assinando documento que representa conquista para os proprietários rurais que, há mais de quatro anos, lutavam por este pleito para evitar os transtornos de terem que se deslocar até à Avenida Presidente Vargas, no Centro da capital, para resolver questões relacionadas ao Incra. Nosso entendimento com o órgão é o melhor possível e, brevemente, estaremos avançando com outros programas em parceria com o Incra para proporcionar outros serviços aos produtores rurais”, anunciou o prefeito.

 

Em conformidade com o Termo de Cooperação Técnica, assinada pelo prefeito e pelo superintendente regional do Incra, a UMC vai funcionar na Casa do Produtor, vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca de Campos. Cassius Rodrigo informa que na UMC serão oferecidos vários serviços como, “recepção de documentos necessários para cadastrar os imóveis (formulários do Incra, documentação do imóvel, identidade e CPF dos proprietários), emissão do CCIR (Certificado de Cadastro de Imóvel Rural), digitalização e inclusão dos dados no SNCR”, entre outros.

 

O secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Almy Junior Cordeiro, considera importante o Posto Avançado para atender Campos e municípios do entorno. Ele destaca que, com isso, os produtores rurais não vão mais precisar se deslocar de Campos ao Rio para obter emissão do Certificado de Cadastro de Imóvel Rural, documento indispensável a diversas transações imobiliárias, incluindo transmissão por venda, desmembramento, herança e acesso a linhas de crédito especial na rede bancária.

 

Fonte: Secom/PMCG

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email