Macaé define assistência médica e testagem para casos de síndrome gripal

Ao definir nesta semana um novo protocolo de atendimento a casos de síndrome gripal, Macaé redefiniu a rede de assistência médica e de testagem para pacientes prioritários com suspeita de Covid-19 e Gripe Influenza. Além das UPAs da Barra e Lagomar, do Pronto Socorro Municipal da Imbetiba e do Hospital Público Municipal da Serra (HPMS), o Pronto Socorro do Parque Aeroporto também realiza o atendimento dos casos sintomáticos, para pessoas que apresentam tosse, febre, dor de garganta, coriza, indisposição, além da perda de olfato e paladar.

As unidades passam a seguir também um protocolo específico de atendimento: casos sintomáticos passarão por triagem e consulta médica. Apenas os pacientes que pertencem ao grupo prioritário (gestantes, crianças menores de 5 anos, idosos acima de 60 anos, profissionais da Saúde que estão na linha de frente e pessoas com comorbidades) passarão por triagem, consulta médica e testagem.

“Estamos estruturando as unidades de referência de acordo com a disponibilidade de testes e diante da redução do quadro de profissionais afastados. O objetivo é garantir atendimento prioritário a pacientes com condições que possam evoluir para casos graves de gripe e de COVID-19. Seguimos os protocolos do Ministério da Saúde e orientação do Estado”, explica a secretária municipal de Saúde, Liciane Furtado.

Para casos assintomáticos de pessoas que tiveram contato com positivados para Covid-19, a indicação e observar durante o período de 5 a 7 dias o surgimento de sintomas. Caso isso ocorra, a orientação é buscar o atendimento médico nas unidades de referência.

Fonte: Secom/Macaé

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email