Flamengo perde, mas conquista o título do Campeonato Brasileiro

O Flamengo garantiu, nesta quinta-feira (25), o título do Campeonato Brasileiro. A conquista foi alcançada mesmo com derrota de 2 a 1 para o São Paulo, em jogo realizado no estádio do Morumbi pela 38ª rodada da competição. O time da Gávea (que encerrou a competição com 71 pontos) garantiu o título porque o vice-líder Internacional – única equipe que ainda poderia lhe alcançar na classificação nesta última rodada – empatou em 0 a 0 com o Corinthians em jogo realizado em Porto Alegre, ficando nos 70 pontos.

Desta forma, o Rubro-Negro garantiu seu oitavo título do Campeonato Brasileiro, com conquistas em 1980, 1982, 1983, 1987, 1992, 2009, 2019 e, agora, em 2020. Querendo conquistar uma vitória para não depender do resultado do jogo do Internacional com o Corinthians, o Flamengo começou a partida buscando controlar as ações. E a primeira boa chance surgiu aos 6 minutos, quando Gabriel pegou de primeira de dentro da área após cobrança de escanteio do uruguaio Arrascaeta.

Aos 12 minutos o time da Gávea teve uma nova oportunidade, quando, após a bola ser levantada na área em cobrança de falta por Filipe Luis, Gustavo Henrique subiu muito para cabecear para defesa de Tiago Volpi. Porém, o árbitro já havia interrompido a jogada por falta do ataque rubro-negro.

O Flamengo avançou suas linhas e pressionava demais a saída do São Paulo. Quando tinha a bola, a equipe comandada por Rogério Ceni valorizava muito a posse, enquanto o Tricolor ficava aguardando uma oportunidade de contra-atacar.

Em um destes contra-ataques, o São Paulo teve sua primeira oportunidade. Aos 18 minutos Igor Vinícius recebeu lançamento longo na área, mas acabou caindo em disputa com Isla. O lance foi analisado pelo VAR (árbitro de vídeo), que não apontou irregularidade. Aos 33 minutos, o Flamengo teve nova chance, quando Arrascaeta cobrou falta da entrada da área. Ele chutou direto na barreira, e a bola sobrou para Everton Ribeiro, que mandou para fora.

Aos 47 minutos, Tchê Tchê foi derrubado na entrada da área. Daniel Alves e Luciano se prepararam para a cobrança. O goleiro Hugo posicionou a barreira para evitar a cobrança direta do camisa 10, mas foi o camisa 11 que chutou, do lado defendido pelo goleiro, e abriu o placar.

Empate após o intervalo

Não querendo depender do resultado do jogo do Inter (que empatava sem gols com o Corinthians naquele momento), o Flamengo partiu com tudo para tentar virar o marcador no Morumbi. Assim, logo no primeiro minuto, Filipe Luís cruzou para Gabriel, que tentou uma meia bicicleta, mas a bola foi para fora.
Mas o empate não demorou a vir. Aos 5 minutos, Arrascaeta cobrou escanteio, o zagueiro Gustavo Henrique escorou para Bruno Henrique, que marcou de cabeça.

Porém, o São Paulo voltou a ficar na frente aos 13 minutos. Hugo Souza errou na saída e entregou a bola para Daniel Alves, que dominou no peito e lançou em profundidade para Pablo, que bateu na saída do goleiro do Rubro-Negro.

Aos 20 minutos o atacante Gabriel sentiu uma lesão na coxa e foi substituído por Pedro, que, dois minutos depois, em seu primeiro lance, faz boa jogada pela direita e cruzou para Bruno Henrique cabecear com perigo.

A partir daí, o São Paulo adiantou suas linhas e começou a trocar passes na área do Flamengo, que parecia cansado após tanto esforço na primeira etapa, diminuindo muito o ritmo. Assim, o time da Gávea só voltou a aparecer com perigo aos 45 minutos, quando Filipe Luís encontrou Bruno Henrique na área, que chutou para defesa de Tiago Volpi. Bastou apenas ao Rubro-Negro aguardar o final do jogo em Porto Alegre para comemorar o título.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email