Coronavírus: Búzios decreta novas medidas restritivas

Novo decreto proíbe uso das praias, mas libera passeios de escunas, limitadas a 50% da ocupação, entre outras medidas

O município de Armação dos Búzios anuncia novas medidas para conter o avanço do coronavírus no balneário. O Decreto n° 1595 entrará em vigor a partir desta sexta-feira (26) e visa resguardar a península, que é um dos destinos mais procurados em todo o Brasil, no ‘superferiado’ de 10 dias, aprovado pela Alerj, que vai até o domingo de Páscoa, no dia 4 de abril.

Segundo o documento, festas, shows e eventos seguem proibidos no balneário; os estabelecimentos comerciais poderão funcionar até meia noite, com atendimento exclusivo em mesas e limite de 50% da sua lotação; proibido permanência e uso geral de todas as praias, exceto a prática de atividades físicas individuais ao ar livre.

Passeios de escunas, catamarãs, barco táxis e demais embarcações estão autorizadas a funcionar, limitados a 50% da sua lotação; todos os embarcados, incluindo turistas e tripulantes, devem usar máscara de proteção e manter distância de 1,5m (um metro e meio).

Quanto aos veículos de transporte coletivo, deverão obedecer a taxa de ocupação de 50% da capacidade total. Os agentes públicos encarregados pela fiscalização poderão solicitar o apoio da Polícia Militar para garantir o cumprimento das exigências dispostas no novo decreto.

O descumprimento pode resultar em aplicação de advertência, multa e, se necessário, cassação do alvará. O novo decreto não exclui as obrigatoriedades previstas no decreto anterior, n° 1583, de 26 de março de 2021.

Fonte: Ascom/Búzios

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email