Com alta nas internações, Quissamã vai apertar medidas contra a Covid-19

Quissamã vai adotar medidas mais rígidas no combate ao coronavírus. No início da manhã desta terça-feira (16), a prefeita Fátima Pacheco fez um alerta sobre a situação e pediu a colaboração da população nesse momento adverso, citando, inclusive, que dois secretários testaram positivo para a doença nas últimas horas. O crescimento do número de casos, com a consequente alta no número de internações, acendeu o sinal de alerta na cidade. Na sexta-feira (12), o Hospital Mariana Maria de Jesus tinha 12 pacientes internados com Covid-19. Na segunda-feira (15), de acordo com boletim da secretaria de Saúde, o total já era de 19 pessoas. O município tem 1.445 casos confirmados, com 54 óbitos.

Em entrevista à rádio Quissamã FM, retransmitida no seu perfil no Facebook, Fátima adiantou que um novo decreto será publicado no Diário Oficial na tarde desta terça-feira (16). “A situação exige atenção redobrada e muita responsabilidade. Apesar da situação dramática, há pessoas que insistem em não usar máscaras; que aglomeram e desrespeitam as regras básicas das autoridades da área de saúde. Não podemos tolerar esse tipo de comportamento”, ressaltou.

Entre os pontos do novo decreto, a prefeita adiantou, por exemplo, que frequentadores de bares e lojas de conveniência não poderão consumir bebidas nos locais. “O cliente poderá comprar e levar para casa. Não é momento para aglomerações. Nossa intenção não é decretar lockdown. Não queremos penalizar ninguém, mas todos precisam estar conscientes do momento que enfrentamos”, acrescentou a prefeita.

Fátima disse que a fiscalização será intensificada nas ruas. “Existe uma situação de colapso em vários estados do país e em algumas cidades bem próximas a Quissamã. Essa doença já levou muitas vidas e apresenta novas variantes que agem rapidamente e levam mais pessoas aos hospitais. A festa do laço pode esperar, o churrasco com os amigos pode esperar, a praia também. Se for preciso, vamos buscar reforço policial para evitar abusos. Nossas equipes estarão percorrendo o município e espero que todos colaborem e respeitem as determinações do Conselho para Políticas de Enfrentamento e Impactos da Pandemia”, completou.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email